Squirtle Camoniano

Durante 72 horas os utilizador do Reddit podiam ir ao r/place e preencher um pixel (numa área de mil por mil), com uma determinada cor, obedecendo a um intervalo de tempo e sem a garantia que esse pixel não fosse preenchido por outro redditor. O resultado final é um selfie do próprio Reddit.

Entre muitos memes, marcas, referências, palavras, bandeiras, encontrámos a representação da comunidade portuguesa no Reddit. E ela vai desde a taça europeia ao bacalhau, passa pela sardinha, pelas antigas colónias, pelo Eder e por um Squirtle camoniano a segurar a nossa bandeira. Tudo rematado com um expressivo e profundo grito existencial.

Absolutamente impressionante, foi a manobra de ocupação da França pela Alemanha, a fuga da primeira e o emergir da bandeira da União Europeia entre ambas. Toda a operação na parte inferior central desta animação geral e aqui em detalhe. Se tivermos em conta que o intervalo para pintar cada pontinho foram 5 minutos, e cada um deles foi pintado por um utilizador, foi todo um blitzkrieg digital.

100 Anos de Animação Japonesa

O Centro Nacional de Cinema do Japão, parte integrante do Museu Nacional de Arte Moderna, Tóquio, lançou um website para comemorar 100 anos de animação japonesa. Ainda que não exista uma versão inglesa, é possível navegar com facilidade (e ajuda do tradutor da Google), pelo arquivo de filmes disponibilizados online através da página de categorias.

Japan’s National Film Center, which belongs to the National Museum of Modern Art, Tokyo, has launched a website devoted to celebrate 100 years of Japanese animation. There’s no English version yet, but you can easily browse through the animation archive – with the help of Google translator – using the categories page.

El Deletrista

O obsoleto é o novo novo: El Deletrista, um caligrafista barcelonês que pinta montras e sinalética publicitária à mão (vídeo).

The obsolete is the new cutting edge: El Deletrista, a letterer and sign painter (video) based in Barcelona.

A Grande Caminhada

Cartaz, de 1967, com Jiang Qing (“Madame Mao” ou “A Grande Porta-Estandarte da Cultura do Proletariado”), que lá para o fim da vida deu com os costados na prisão e acabou por se suicidar. Ela está a apontar para a direita, na direcção da “grande caminhada cultural”, mas na prática e onde o tenho pendurado, está a apontar para a porta do meu escritório. Muitas vezes encaro o gesto como uma ordem, e contrariado, lá vou trabalhar.