Harvey Pekar: Um Adeus

Morreu Harvey Pekar, pioneiro da BD dita alternativa e autobiográfica. Pessimista convicto, cronista do vazio e do quotiano, com tudo de bom e mau que há nisso, desde a real pulhice ao pequeno acto de valentia. Argumentista [dizia que era incapaz de desenhar o que quer que fosse], ficou conhecido pela série American Splendor, na qual participaram, Robert Crumb, Chester Brown, Drew Friedman e Dean Haspiel, entre outros, e que em 2003 seria adaptada para cinema por Shari Springer Berman e Robert Pulcini. Controverso e conflituoso, inspirou e serviu de modelo a muitos autores e argumentistas. Mais do que obra, deixou-nos, literalmente, um pedaço de história de vida. Dele e da América.

Um pensamento em “Harvey Pekar: Um Adeus”

Os comentários estão fechados.